Quinta-feira, 19 de Julho de 2018
Trade
ABRACORP divulga dados da Pesquisa de Vendas e registra crescimento do setor

By Rose de Almeida

A Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas – Abracorp registra crescimento setorial de 2,9% na movimentação do primeiro trimestre de 2015, comparado a igual período de 2014, atingindo R$ 3,4 bilhões. O resultado foi apresentado aos empresários das agências de viagens associadas em reunião realizada no Blue Tree é recebido como variação positiva; tendo em vista que, no ano passado, em razão da Copa do Mundo de 2014, as vendas setoriais foram antecipadas para o primeiro trimestre – o qual registrou o maior crescimento (18%) de toda a série histórica da pesquisa.

“Na comparação com o primeiro trimestre do ano retrasado (2013), o crescimento alcançado nestes três primeiros meses de 2015 supera 20%”, pondera Edmar Bull, que preside o Conselho de Administração da Abracorp.

A composição dos R$ 3,4 bilhões compreende o total das receitas obtidas em âmbito nacional com a venda de passagens aéreas para voos domésticos (41,3%) e internacionais (29,7%); hotelaria nacional (17,7%); serviços diversos (7,4%), como eventos, cruzeiros, assistência viagem, entre outros; hotelaria internacional (1,9%), locação nacional (1,8%) e internacional (0,2%) e, ainda, com transfers (0,2%).

“Com a necessidade das empresas reduzirem seus custos, ampliamos o portfólio de clientes, passando a atender médias, pequenas e microempresas”, afirma Bull, destacando ainda que “novos CNPJs são criados todos os dias no País e trazem em seu modelo de negócios a percepção da importância dos serviços de consultoria e de gestão prestados pelas agências especializadas em atender o mercado de viagens corporativas”.

Ratifica esta tendência o indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito ao revelar o aumento da procura em 2015, que é especialmente estimulada pelas pequenas e microempresas, alcançando alta de 18,1% se comparada a março de 2014 e de 9,7% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Estabilidade no aéreo doméstico

O segmento aéreo doméstico manteve-se praticamente estável, com viés de queda de -0,3% em vendas, levando em consideração o desempenho das companhias aéreas na comparação com o ano passado. Ou seja: Avianca (1,5%), Azul (9,7%), GOL (-0,7%), TAM (-6,6%) e demais empresas (-21,7%).

A movimentação total alcançou pouco mais de R$ 1,38 bilhões. No que diz respeito à emissão de bilhetes, o setor como um todo apresentou alta de 9,0% se comparado ao verificado em igual período do ano passado. Dentre as aéreas, destaque para a GOL, que apresentou saldo positivo de 14,2%.

A GOL liderou o market share da Abracorp em emissão de bilhetes (31,3%), enquanto a TAM ficou à frente na performance em vendas (32,0%), seguida de perto pela GOL (30,4%) e Azul (26,6%). As tarifas aplicadas apresentaram queda (-8,5%), registrando o valor médio de R$ 544,00.

Crescimento no aéreo internacional

Com relação ao segmento aéreo internacional, durante o período também houve aumento na emissão de bilhetes (11,9%). A Avianca registrou a maior variação positiva (53,6%), com destaque também para o crescimento da GOL (40,7%) e da Alitalia (35,2%). Em vendas, a atuação de todas as companhias aéreas que realizaram as viagens internacionais para o mercado corporativo rendeu incremento de 15,6% ao setor como um todo e um acumulado superior a R$ 1,1 bilhão em vendas.

Em referência ao market share relativo à movimentação comercial, apurada em reais, a maior fatia de mercado ficou com a TAM (15,7%), seguida da categoria “demais empresas” (14,5%) e da American Airlines (12,7%). Cabe também destacar o crescimento entre 2014 e 2015 da Avianca (60,4%), GOL (47,5%), Lufthansa (40,1%) e Alitalia (37,6%).

Queda na hotelaria nacional

No que concerne à hotelaria nacional, o setor registrou no primeiro trimestre de 2015 uma queda acentuada (31,5%), acumulando 2,095 milhões de room nights. As redes BHG (20,5%), Intercity (13,3%), Meliá (11,3%) e Slaviero (5,0%) apresentaram crescimentos, ao contrário da diminuição observada nos números relativos aos hotéis independentes (-43,0%).

Em reais, as vendas no setor hoteleiro também caíram (18,4%) e foram puxadas, sobretudo, pelos hotéis independentes (-33,4%), contrastando com a atuação positiva de redes como a BHG, que cresceu 14,6% em relação ao ano passado e da Intercity, que cresceu 11,6%. Em igual período no ano passado, o desempenho alcançado pelos hotéis independentes foi impulsionado com o aumento da demanda nas cidades-sede da Copa do Mundo.

De um modo geral, com a movimentação em vendas totalizando R$ 483,9 milhões, a diária média Abracorp fechou o primeiro trimestre de 2015 em R$ 230,00; 31,5% menor do que o valor apurado em igual período de 2014.

Os hotéis independentes mantêm a liderança do ranking de participação na movimentação de vendas, concentrando 34,2% do mercado de viagens corporativas. A segunda maior fatia está com “outras redes” (30,9%). Em seguida aparecem Accor (10,4%) e Atlantica Hotels International (7,9%).

Segundo dados da B2B Reservas, ferramenta exclusiva das agências de viagens Abracorp, as nove cidades com maior número de reservas hoteleiras no Brasil foram, na sequência: Rio de Janeiro, Brasília, Campinas, São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador e Piracicaba. A forma de pagamento mais utilizada foi o faturado (63%), cartão virtual (22%) e pagamento direto (15%). Quanto ao modelo de remuneração, a maioria (56%) é baseada no preço net e 44% comissionado.

Aumento na hotelaria internacional

Na contramão da queda nos números da hotelaria nacional, a internacional teve um expressivo aumento de 77,8% em vendas e 61,0% em diárias. Os hotéis independentes respondem por 37,4% do mercado de viagens corporativas e “outras redes” lideram o ranking com 38,9%. A Accor teve um salto superior a 200% no total de diárias, subindo de 6,20 milhões para 18,98 milhões.

Outros segmentos

De acordo com os dados da Pesquisa Abracorp, o segmento de locação de automóveis no Brasil teve desempenho positivo no primeiro trimestre de 2015, considerando o crescimento de diárias (1,1%). Neste cenário, destaque para a Movida, que alcançou incremento de 303,5%, subindo de 13.193 diárias para 53.229 diárias.

Sob a ótica da movimentação das vendas, o setor como um todo registrou queda (-29,2%). No entanto, o período também foi positivo para a Movida, cuja variação em receitas resultante das vendas chegou aos 294,6%. Na análise do market share, a Localiza ocupou a liderança, concentrando 50,5% das diárias e 55,1% das vendas; seguida pela Movida, que respondeu por 15,4% do total das diárias e 11,1% das vendas.

De janeiro a março de 2015, as locações nacionais de automóveis somaram 345.873 diárias e R$ 42,62 milhões em vendas.

Já em âmbito internacional, em volume de vendas, o desempenho foi positivo para o setor: a movimentação totalizou R$ 7,688 milhões nestes três meses, o que representa o aumento de 34% na comparação com 2014.

No que diz respeito aos serviços de transfer, o estudo aponta ainda que, no total, foram computadas R$ 5,19 milhões de vendas, apresentando leve queda (-3,9%). Quase metade do market share da entidade no segmento está sob o domínio de “outros fornecedores”, concentrando 48% em diárias e 67,3% na movimentação em vendas. Completam o ranking de diárias: Shift (33%), Masters Transportes (15%) e CEP (4%).

Na categoria “eventos e serviços”, houve queda geral (-15,2%) em vendas. O destaque positivo fica para a diversificação de “serviços” prestados, que isoladamente obteve aumento de 41,7%, contrastando com “eventos” (-24,8%), cruzeiros (-11,6%), cartões de assistência (-9,3%) e pacotes (-26,​4%).

Meios de pagamento

A Pesquisa de Vendas Abracorp há um ano passou a abranger indicadores de desempenho em meios de pagamento. A partir de uma análise de cartões físicos e virtuais, o estudo demonstrou que 75,9% dos pagamentos no segmento aéreo são feitos via cartões, sendo que 40,4% são efetuados pela American Express. Em seguida, constam “faturado” (24,1%), Visa (15,1%), MasterCard (13%) e “outros” (7,2%).

Estes dados demonstram que o cartão de crédito já está consolidado no segmento aéreo, situação diferente da verificada no terrestre, onde 32,7% dos pagamentos são realizados por cartão. O faturado detém a liderança no segmento terrestre, com 67,3%​.

Link para Pesquisa de Vendas

Baixe o arquivo com os dados da pesquisa do 1º Trimestre de 2015, no link: <a target="_blank" title="https://drive.google.com/file/d/0B6EmonBm3CR3UDBMT0I0a2V4cWs/view?usp=sharing
Pesquisa de Vendas
Abracorp 1T15″ href=”https://drive.google.com/file/d/0B6EmonBm3CR3UDBMT0I0a2V4cWs/view?usp=sharing” target=”_blank”>Pesquisa de Vendas Abracorp 1T15

Source:: Revista Pelo Mundo – Pelo Trade

Compartilhe:

Apoiadores
©2018 Rent My Brain
Desenvolvido por SIXSIDED