Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
Trade
Meeting Planners Conference destaca imersão e mudança de mindset para eventos corporativos
Imagem do Artigo: Meeting Planners Conference destaca imersão e mudança de mindset para eventos corporativos

Melhora da experiência e imersão do participante de um evento corporativo, mudança de mindset, mitigação de riscos, união entre os diferentes agentes da cadeia do processo e tecnologia alinhada à estratégia global e Festivalização. Esses foram alguns dos principais conceitos levantados durante os dois dias de Meeting Planners Conference (MPC), promovido pela Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas (ALAGEV), realizado no último fim de semana, no Costão do Santinho All Time Resort, em Florianópolis (SC).

Com foco em debates em prol da melhora do setor de eventos corporativos, a primeira edição do MPCBR contou com a presença de 200 gestores de eventos do Brasil e da Argentina. Em plenárias participativas, o participante interagiu com os palestrantes por meio do aplicativo do evento, enviando perguntas a serem respondidas ao vivo, bem como avaliando cada painel e respondendo uma pesquisa qualitativa ao final do evento. Um dos destaques do primeiro dia foi a configuração do espaço do evento, com o formato de plateia 360º, com mini lounges compostos por puffs e pallets, gerando maior imersão e engajamento do público com os participantes dos painéis. O foco do primeiro dia foi a gestão de crises em eventos e a reforma trabalhista.

“A área de eventos corporativos tem um volume muito grande e uma das necessidades do mercado é ter mais números e informações. O intuito é sair da fantasia e vir para a realidade. É bacana falar de futuro, mas temos que falar sobre o que podemos fazer hoje, por meio dos diversos painéis que temos”, exaltou Eduardo Murad, diretor-executivo da ALAGEV, na abertura do evento.

O jornalista Ricardo Boechat com uma bola de cristal no palco, afirmou que não é possível projetar o ano político de 2018 no Brasil. “Nós temos eleições neste ano e até agora ninguém enxerga um palmo à frente do nariz no País. Esse horizonte não consigo desenhar nem com bola de cristal. O que sei é que sairemos dessa crise melhor do que estávamos quando entramos nela”, projetou Boechat.

Com a apresentação de grandes cases e dos últimos recursos da área, o painel sobre tecnologia ressaltou a importância de engajar o público a partir de tecnologias que tenham impactos reais e quantificáveis. “Nada substitui o aperto de mão, o olho no olho, e os eventos não perderam relevância com o digital. Não falta tecnologia, falta mudança de mindset, entender que a tecnologia é muito mais que recursos “bonitinhos”, mas que ela precisa estar incorporada na estratégia macro dos eventos e das empresas”, falou André Rodrigues, CEO da mobLee.

O painel de encerramento do evento contou com gigantes da indústria no debate “Festivalização – Como entregar conteúdo e experiência de um jeito novo” e teve as presenças de Ronaldo Bias Ferreira Jr., Sócio-diretor da Agência Um, Guilherme Gomes – Sócio-diretor da Smash!; Maurício Magalhães, Sócio Presidente da Agência Tudo; Allan Szacher, Fundador, CVO, Curador e Art Manager da Pixel Show e Zupi; Johny Henrique, Chefe de Marketing/Eventos da Coca-Cola FEMSA Brasil e Leonardo Gonçalves de Pinho, da Oi.

“Não existirá mais no futuro marcas que busquem apenas o lucro sem vir acompanhada de uma relevância ou plataforma de diálogo, ou que seus clientes e sociedade não entendam os benefícios para o mundo real”, projetou Maurício.

Compartilhe:

Apoiadores
©2018 Rent My Brain
Desenvolvido por SIXSIDED