Quinta-feira, 19 de Julho de 2018
Trade
Plano de Marketing Turístico – Experiências do Brasil

O ministro do Turismo, Vinicius Lages, apresentou nesta segunda-feira (22), durante coletiva de imprensa virtual, o Plano de Marketing Turístico – Experiências do Brasil (2014-2018). Três objetivos principais norteiam o planejamento: ampliar e diversificar o consumo turístico no mercado nacional, incrementar a qualidade e a competitividade dos produtos e destinos além de implementar mecanismos efetivos para a cooperação público-privada.

Segundo o ministro Vinicius Lages, o planejamento é voltado para o mercado interno e sua principal contribuição será desenvolver uma cultura de viagem para novos turistas e para as pessoas que já viajam, incluindo novas experiências, produtos e destinos na prateleira do turismo.

“O Brasil possui uma oferta de roteiros bastante qualificada. O desafio é ajustar produtos, inovar nos serviços e desenvolver a infraestrutura necessária para que continue ocorrendo o crescimento das viagens pelo país”, disse. A demanda turística doméstica cresceu 54% entre 1998 e 2011.

O plano deve servir como orientador para o MTur, órgãos estaduais e municipais de turismo, setor empresarial e instituições envolvidas no desenvolvimento do turismo, com a missão de encantar o brasileiro com as experiências de viagem pelo Brasil.

O ministro também ressaltou que, agregados ao plano, estão outros produtos que devem ser lançados em breve. Um deles é o novo portal do ministério, que será uma plataforma colaborativa para que os turistas possam interagir durante todo o ciclo de viagem. O outro é o calendário turístico nacional.

O Plano de Marketing é fruto de um extenso processo participativo. Envolveu mais de 600 pessoas em reuniões e oficinas, com contribuição dos órgãos oficiais de turismo de todas as Unidades da Federação, entidades empresariais e instituições de ensino.

Luciana Fernandes, diretora de Marketing do MTur, explicou que a formulação do plano contou com a realização de pesquisas com 3.200 turistas atuais e potenciais, entrevistas com 40 operadores e agentes de viagens, bem como contato com grupos focais, em nove cidades brasileiras. “O turista brasileiro busca, cada vez mais, vivenciar novas experiências durante a viagem, seja através da cultura, gastronomia, moda e outros aspectos regionais. Este plano vai fazer com que ele conheça mais e melhor o produto brasileiro”, disse.

O plano está dividido em 12 tópicos: apresentação, etapas, análise da situação atual da demanda e da oferta, objetivos, resultados esperados, missão, princípios, posicionamento de imagem e identidade corporativa, focos estratégicos, metas e indicadores, plano operacional e gestão e implementação.

Luciana Fernandes destacou também que os quatro focos estratégicos para o próximo período são: gestão da demanda e atuação em mercados prioritários; efetividade da promoção e comunicação; fortalecimento da cooperação público-privada; e competitividade e inovação da oferta turística.

A coletiva virtual contou com a participação de internautas e jornalistas, que acompanharam a transmissão via Hangout, uma ferramenta de videoconferência da rede social Google+ que permite transmissões ao vivo. Os internautas podem interagir com os convidados enviando perguntas e comentários pelas redes sociais ou deixando mensagens nos perfis do MTur no Twitter, Facebook, Google+ ou YouTube.

Compartilhe:

Apoiadores
©2018 Rent My Brain
Desenvolvido por SIXSIDED