Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018
Artigos
Preço, preço, preço

Por Eduardo Cordeiro

É o que costumamos ouvir em uma negociação com a maioria de nossos clientes. O menor preços, o preço mais baixo, se o preço for abaixo de nosso budget melhor etc etc etc.

Concordo que em uma negociação o preço realmente é importante para captar ou concretizar a venda pontual ou em escala, mas em que momento estamos aplicando valor a está negociação ?

Será que somente atender o pedido de seu cliente para que ele utilize seu serviço ou produto é realmente a melhor negociação ? Será que atender este pedido para “roubar” de seu concorrente é de fato a melhor estratégia ?

Quando nessa negociação é pensado na rentabilidade da venda ? Quando nessa negociação é pensado no custo de operação e distribuição ? Quando há o questionamento por qual canal este cliente irá realizar essa compra para que possamos a partir dessa informação precificar ? Quando há o questionamento sobre o pagamento ?

Ok … concordo que o “momento econômico” e a “retração de viagens” das companhias influenciam, mas será que só há justificativas e desculpas ? Simplesmente abaixar nosso preço não está nos prejudicando ainda mais ?

Quando é que pensaremos em soluções ?

Gostou ? Curta e compartilhe.

Sugestões são muito bem vindas. Este é o primeiro de uma série, nosso objetivo é falar, discutir, bater um papo sobre as dores de nosso dia a dia. Se curtiu a ideia junte-se a nós, não estou sozinho.

Compartilhe:

Apoiadores
©2018 Rent My Brain
Desenvolvido por SIXSIDED