Terça-feira, 17 de Julho de 2018
Corporativo
São Paulo Expo adota sistema de cogeração a gás natural em parceria com a Comgás para garantir autonomia energética

O São Paulo Expo, um dos melhores e mais bem equipados centros de exposições, congressos e convenções da América Latina, concretizou uma parceria com a Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) para a instalação de um sistema de cogeração. O projeto, que entra em operação a partir de novembro durante a realização do Salão do Automóvel, faz parte do processo de modernização e ampliação do São Paulo Expo, que recebeu um investimento total de R$ 410 milhões. O espaço é o primeiro do gênero a contar com um sistema de cogeração a gás natural no Brasil.

 

Com a iniciativa, o São Paulo Expo passa a ter capacidade de produzir até 6 MW de energia elétrica e de climatizar a área do centro de exposições a partir de uma única fonte de energia, o gás natural. O projeto conta com três geradores da General Eletric com 2MW de capacidade cada. Um sistema de refrigeração da LG funcionará em paralelo, aproveitando o calor dos motores. O equipamento será capaz de resfriar a água quente gerada no processo para que ela seja usada para a climatização do espaço.

 

Esse processo proporciona o aproveitamento de mais de 70% da energia térmica proveniente do gás natural que é utilizado. Além disso, o novo sistema possibilita a economia de transmissão e distribuição de energia.

 

A cogeração a gás natural é uma das formas mais estáveis e seguras de produção de energia, uma vez que é gerada diretamente no centro de consumo, evitando perdas nos  processos de transmissão e distribuição, minimizando investimentos neste sentido para o País e, por intermédio do aproveitamento da energia térmica,  produz outras aplicações complementares como a climatização e o vapor.

 

“A Comgás proporcionou ao São Paulo Expo a melhor solução entre as alternativas existentes, em condições muito mais competitivas. Disponibilizamos o serviço, a versatilidade e a segurança do gás natural  e contribuímos prestando consultoria em todas as etapas do processo. Foi assim que surgiu a proposta de cogeração”, afirma o presidente da Comgás, Nelson Gomes.

 

“Ficamos muito orgulhosos em participar dessa iniciativa inovadora e de contribuir para proporcionar conforto e segurança energética aos expositores e milhares de visitantes que já estarão aqui para o Salão do Automóvel”, completa o presidente da Comgás

 

 

Para Damien Timperio, diretor geral do São Paulo Expo, o novo sistema de geração de energia segue a proposta de modernização da venue. “Fizemos um levantamento que nos mostrou que o gás natural traria ganhos de eficiência energética e econômicos, além de ser um método sustentável. Para um espaço do porte do SP Expo, que anualmente recebe milhões de visitantes em eventos de alto padrão, foi a escolha apropriada para oferecer conforto aos clientes”, afirma.

 

Sobre a cogeração

 

A cogeração a gás natural é o processo mais eficiente de produção de energia, por permitir o aproveitamento de subprodutos energéticos em outras aplicações. É especialmente indicada para empreendimentos que buscam competitividade operacional, autossuficiência energética, segurança e qualidade da energia elétrica recebida e sustentabilidade.

 

Um sistema de cogeração funciona a partir de uma turbina a gás natural ou de um motogerador.  O aproveitamento térmico proporcionado a partir dessa geração pode ser aplicado em outras utilidades para o mercado industrial ou para o comércio e serviços. Em geral, as aplicações mais comuns são geração de vapor, água quente e água gelada (ar condicionado).

 

O uso de gás natural para cogeração conta com uma tarifa diferenciada frente a outros segmentos — recentemente, de acordo com deliberação da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) que entrou em vigor no dia 3 de outubro deste ano, a redução de tarifa para cogeração pode variar entre 9% e 12%, conforme a faixa de consumo.

 

Além das vantagens econômicas, a cogeração a gás natural aumenta a confiabilidade energética. O paralelismo da concessionária elétrica garante que um empreendimento sempre tenha energia — a rede elétrica se transforma em um backup.

 

Para o País, sistemas de geração distribuída — como se chama a geração elétrica realizada junto ou próxima dos consumidores, minimizando as perdas de energia do sistema de transmissão e distribuição — contribuem para a diminuição da carga elétrica interligada, ajudando a postergar novos investimentos em geração e transmissão. O sistema tem ainda benefícios ambientais em relação ao uso de geradores movidos a diesel.


Sobre o São Paulo Expo

 

O São Paulo Expo recebeu um investimento de R$ 410 milhões da multinacional francesa GL events para ampliação e modernização e agora conta com uma área de 100 mil m² e um estacionamento coberto com 4.500 vagas. Trata-se de um complexo arquitetônico multifuncional capaz de sediar feiras de negócios e de público, congressos e eventos corporativos nacionais e internacionais, além de eventos culturais, sociais, esportivos e de entretenimento.

 

O arrojado e imponente projeto arquitetônico é assinado pelo francês Jean-Michel Wilmotte. A área de exposição com 90 mil m2 tem modulações para até oito pavilhões, característica que possibilita a realização de vários eventos simultaneamente. O centro de convenções abriga salas modulares com divisórias acústicas e tem opções de acesso independente ou integrado ao pavilhão. Já o espaço de congressos e convenções possui 10 mil m2, com 32 salas modulares.

 

Localizado a apenas dez minutos do aeroporto de Congonhas e próximo à estação Jabaquara do metrô e do rodoanel Mário Covas, o São Paulo Expo tem acesso rápido aos principais hotéis da região, que somam mais de 7.500 apartamentos. Fora do perímetro de restrição municipal de veículos de passeio e de carga, o empreendimento promoverá ainda melhorias em seu acesso viário, com novas vias implementadas no entorno.

 

Para saber mais sobre o espaço e seus eventos, acesse o site http://saopauloexpo.com.br/.

 

Sobre a GL events

 

Um dos maiores conglomerados empresariais do setor de eventos do mundo, a GL events chegou ao Brasil em 2006 e desde então vem expandindo seus negócios. Atualmente o grupo administra um portfólio de 12 empresas.

 

De origem francesa e com sede em Lyon, a GL events está presente nos cinco continentes (19 países) e administra 40 espaços para eventos. No total, são 4,1 mil funcionários dos quais 35% fora da França. No Brasil, a companhia mantém escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

 

Com atuação integrada em toda cadeia de eventos, a GL events tem como principal missão apoiar seus clientes em todas as etapas do processo de organização de um evento, desde a definição da estratégia até a implementação e execução.

 

A GL events atua em três segmentos complementares: a GL eventsExhibitions é responsável pela organização e promoção de feiras e exposições; a GL events Live abrange a área de serviços como climatização, elétrica, iluminação, montagem de stands, comunicação visual e locação de mobiliários e estruturas, com larga experiência de atuação em grandes eventos; e a GL eventsVenues que responde pela gestão de espaços para eventos, sendo responsável no Brasil pelo Riocentro, a Rio Arena e o São Paulo Expo.

 

No Brasil, a empresa tem ainda uma linha de negócios voltada para o setor de hospitalidade, a GL eventsHospitality, com o Grand Mercure Riocentro, hotel construído pelo grupo que fica no terreno do Riocentro e o serviço de concierge privado.

Compartilhe:

Apoiadores
©2018 Rent My Brain
Desenvolvido por SIXSIDED